Início » Notícias
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Notícias

Campanha incentiva a doação de sangue no Hospital Ophir Loyola

O Hospital Ophir Loyola, em parceria com a Fundação Hemopa, promove nos dias 14 e 15 de dezembro,  das 8h às 16h, uma campanha para doação de sangue em prol dos pacientes do hospital. A programação será aberta ao público e será realizada no ambulatório do hospital, com a entrada pelo estacionamento da Av. Magalhães Barata, em Belém. A meta é obter 100 bolsas de sangue

Localização

Brasil
BR

Fonoaudiologia é fundamental na recuperação do paciente oncológico

Maria Helena Santos, 55 anos, moradora de Icoaraci, sentia desconforto na garganta e dificuldades em engolir. Com o passar do tempo ela foi perdendo peso, chegando aos 40 kg. O diagnóstico  de câncer de tireoide foi tardio, no entanto, quando a descoberta foi feita em dezembro de 2020, logo foi encaminhada para o Hospital Ophir Loyola, onde realizou a iodoterapia e a cirurgia para a retirada do tumor maligno  este ano.

Localização

Brasil
BR

Mais comum a partir dos 50 anos, câncer de mama também acomete mais jovens

As alterações biológicas ocasionadas pelo envelhecimento e a exposição aos fatores de risco ao longo da vida são causas importantes para o aparecimento do câncer de mama. É mais comum a partir dos 50 anos, mas também acomete mulheres mais jovens em consequência de uma predisposição genética hereditária. Estima-se que cerca de 6% dos casos ocorram antes dos 40 anos, 2% são carcinomas ductais in situs, que são tumores curáveis, localizados nos ductos mamários, e 4% são carcinomas ductais invasores, conforme os dados mais recentes publicados na Revista American Cancer Society em 2019.

Localização

Brasil
BR

Cirurgião torácico do Ophir Lyola chama a atenção à prevenção do câncer de pulmão

O aposentado Eraldo Antônio, 73 anos, descobriu o câncer de pulmão em julho deste ano. Desde o diagnóstico, ele realiza consultas e têm acompanhamento diário dos médicos do Hospital Ophir Loyola. Há 20 anos Eraldo parou de fumar, porém trabalhava em laboratório e lidava com substâncias químicas. “Eu fazia muitas pesquisas com minerais, me expus muito durante a vida, não me cuidava, era relaxado. Uma vez cheguei a me queimar com ácido e nunca procurei um médico para me curar. Hoje toda essa exposição dentro do laboratório pode ter causado a doença”, acredita o aposentado.

Localização

Brasil
BR