Início » Noticia » Referência em oncologia, 'Ophir Loyola' registra alta demanda por transfusão
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Referência em oncologia, 'Ophir Loyola' registra alta demanda por transfusão

Localização

Brasil
BR

O Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de Junho, é um momento para conscientizar a população sobre a importância desse ato solidário, e também de agradecer aos doadores pelo gesto que ajuda a salvar milhares de vidas. A data instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) foi escolhida em homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner, imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e as diferenças entre os tipos sanguíneos.

O Hospital Ophir Loyola possui uma das maiores demandas por transfusão de sangue no Pará por ser referência em oncologia, neurocirurgia e transplantes, especialidades em que os pacientes são submetidos a tratamentos e intervenções médicas de alta complexidade.

Principal hospital da rede pública do Pará para tratamento de câncer, o HOL precisa, em média, de mil transfusões mensais para garantira assistência aos pacientes. "A necessidade não é somente por sangue, mas também por hemocomponentes, principalmente naqueles pacientes com doenças hematológicas malignas. Mas devido à pandemia do novo coronavírus as doações reduziram consideravelmente", informou a médica Fernanda Cardoso, chefe interina do Banco de Sangue do HOL.

Segundo a especialista, durante a quimioterapia e a radioterapia não são destruídas apenas as células doentes; as células saudáveis também são afetadas. "A transfusão é essencial à vida dos pacientes nesse momento, por isso a importância das campanhas de doação de sangue", enfatizou.

Oxigenação - O sangue tem como função levar oxigênio ao organismo, além de defender contra infecções. A quantidade retirada não afeta a saúde do doador e ajuda a salvar muitas vidas. "A coleta é realizada em um banco de sangue ou hemocentro, e pode ser separado em componentes (hemácias, plaquetas, plasma e outros), beneficiando mais de  um paciente conforme a necessidade, pois uma única doação pode salvar até quatro vidas", ressaltou  a especialista. 

Os componentes são encaminhados aos hospitais para atender casos de urgência, cirurgias, tratamento de algumas doenças crônicas ou oncológicas que precisam de transfusão com frequência.

Para ser um candidato à doação de sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher, a cada três. O código para direcionar a doação aos pacientes do Hospital Ophir Loyola é 161.

Por Lívia Soares