Início » Noticia » Arraial do Pavulagem, arrastão junino alegra manhã dos pacientes
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Arraial do Pavulagem, arrastão junino alegra manhã dos pacientes

Localização

Brasil
BR

Um arrastão junino rompeu o silêncio nas clínicas de internação do hospital Ophir Loyola na manhã desta quinta-feira (13). Os corredores ganharam um colorido especial para dar passagem ao cortejo do Boi Pavulagem, num momento de integração entre servidores e usuários ao ritmo da música regional paraense. A iniciativa da Divisão de Terapia Ocupacional buscou incluir os pacientes internados nas comemorações juninas e reduzir os efeitos negativos da hospitalização, como a ansiedade e o estresse.

O evento lúdico é um instrumento de humanização usado para a valorização dos indivíduos. “Buscamos amenizar a rotina de tratamento com temas que fazem parte da cultura dos nossos pacientes, como a festa junina. O intuito é tornar a permanência no hospital menos angustiante ao aproximar a realidade do enfermo à realidade exterior, para que não se sintam tão à margem da sociedade”, explicou a terapeuta ocupacional, Marcia Nunes.

A brincadeira do boi é algo muito familiar para Gean Santos, 34, morador do município de São Caetano de Odivelas, localizado no nordeste paraense. O município conhecido como a terra do caranguejo também é a terra do boi de máscaras, caracterizado pela ludicidade e improvisação. “Ainda não conhecia o Pavulagem, fiquei muito animado porque temos algo parecido lá. Só não foi melhor por conta da minha perna que ainda está em fase de cicatrização, mas deu vontade de sair dançando”, disse.

A programação iniciou na clínica de neurocirurgia, localizada no 6° andar. Em seguida, o cortejo percorreu os demais andares, além do Hospital Dia, hemodiálise, quimioterapia e ambulatório. “ Vimos os profissionais e, principalmente, os pacientes interagindo com o arraial de uma forma muito divertida. A gente vem com uma energia e sai ainda mais renovado com a certeza de que fizemos um bem enorme a cada um deles”, afirmou Nelma Freire, representante do Arraial do Pavulagem.

Por Leila Cruz