Início » Noticia » Ophir Loyola realiza palestra sobre a prevenção do suicídio.
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Ophir Loyola realiza palestra sobre a prevenção do suicídio.

Localização

Brasil
BR

O Hospital Ophir Loyola  promoveu nesta terça-feira (22), uma palestra voltada para funcionários com o tema  "Saúde Mental e Suicídio - Preconceitos e  Realidades" com  o objetivo de conscientizar sobre a prevenção e alertar a respeito da realidade do suicídio.

O Ato de tirar a própria  vida é considerado uma das principais causas de morte no Brasil e no mundo,  geralmente está relacionado a transtornos mentais, em sua maioria não diagnosticados, tratados de forma inadequada ou não tratados.

 De acordo com a  Organização Mundial de Saúde, atualmente no planeta, aproximadamente  800 mil pessoas cometem suicídio e o número de pessoas  que tentam tirar a própria vida é maior que 10 milhões. A cada 40 segundos uma pessoa se  suicida no planeta, e a cada 45 minutos no Brasil.  O fato é que este número  poderia ser menor se identificados fatores de risco e sinais de alerta.

Para a psicanalista e professora mestra Cristina Ferreira, o suicídio é um tema muito importante de ser falado, já  que em nossa atualidade temos um  número muito alto de suicídio, principalmente entre os jovens.  Segundo a OMS, o suicídio é a segunda causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos.

" Torna-se importante entender  sinais que podem levar alguém a esse sofrimento psíquico avassalador,  que faz com que a pessoa não queira mais viver e tire a sua própria vida.  Também precisamos entender de que maneira nos podemos abordar este assunto e como lidar com ele no âmbito social e familiar. Uma pessoa com este sofrimento precisa buscar ajuda especializada, no caso o psicanalista, o psicólogo  e os profissionais de saúde mental",  ressalta Cristina Ferreira.

 No Pará, nos anos de 2017 e 2018  foram  realizadas 568 notificações de suicídio. No  Brasil,  na contramão do índice mundial, que caiu 9,8%, a taxa de aumentou 7% a cada 100 mil habitantes, alerta a Organização Mundial da Saúde (OMS) .

O suicídio é um problema de saúde pública complexo e silencioso,  pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais e idades. O Centro de Valorização a Vida (CVV),uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal desde 1973, é responsável por promover apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo gratuitamente, sob total sigilo, por telefone (188), email e chat 24 horas todos os dias.

Por Lívia Soares